Ronaldo Ésper acredita que era gay por 'maldição' da tia

Estilista frequenta a Igreja Universal do Reino de Deus

Publicado em 19/12/2018
Ronaldo Ésper diz que era gay por maldição de uma tia
'Passei a vida inteira sendo homossexual por causa dessa maldição', contou. Foto: Jovem Pan

Desde que passou a frequentar a Igreja Universal do Reino de Deus, o estilsita Ronaldo Ésper disse que não se identifica mais como homossexual.

Curta o Guia Gay Floripa no Facebook

Sobre todas as décadas passadas se relacionando com homens, o estilista afirma que foi devido a uma maldição de uma tia.

"Ela me jogou na piscina e eu estava me afogando. Ela não gostava de mim, já era homofóbica desde sempre”, lembrou Ronaldo ao programa Pânico, na quarta-feira 19. 

Ele conta que nunca gostou de ser homossexual. "Eu passei a vida inteira sendo homossexual por causa dessa maldição, mas eu não gostava disso, gostava da farra."

Sobre sua declaração poder ser encarada de forma negativa pela comunidade LGBT, Ronaldo diz: "Eu senti necessidade de fazer isso, mas não estou puxando ninguém para ir para a igreja. Minha vida espiritual mudou muito, está bem melhor."


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.