Lady Gaga brilha nas indicações ao Grammy 2019

Outras divas gays foram lembradas pela principal premiação da indústria musical dos Estados Unidos

Publicado em 07/12/2018
Lady Gaga conquista 5 indicações ao Grammy 2019
Cantora conquistou cinco indicações ao prêmio, boa parte delas pela canção 'Shallow'

Com carreiras construídas em torno do público LGBT, inúmeras cantoras foram lembradas nas indicações ao Grammy 2019, anunciadas nesta sexta-feira 7.

Curta o Guia Gay Floripa no Facebook

Lady Gaga foi a que mais se destacou. A artista conquistou cinco indicações, incluindo duas nas principais categorias: melhor gravação e melhor canção por Shallow, dueto com o ator Bradley Cooper.

Mais
>>> Lady Gaga, Troye Sivan e filmes LGBT disputam Globo de Ouro 2019

Ela também disputa melhor performance pop de dupla ou grupo e melhor canção escrita para mídia visual (a antiga "melhor tema de filme"), já que a música é tema de Nasce uma Estrela, dirigido por Cooper.

Gaga amealhou uma quinta indicação com Joanne (Where Do You Think You're Goin'?) na categoria melhor performance pop solo.

Na quinta-feira 6, Gaga já havia sido destaque nas indicações ao Globo de Ouro. A loira disputa melhor atriz de filme dramático e melhor canção com a mesma Shallow. A música está em 2º lugar no Top 30 Gay Brasil, ranking das canções que mais bombam nas pistas LGBT do País.

Esquecida pelas paradas de sucesso, Toni Braxton fez bonito no Grammy: concorre a melhor canção de R&B e melhor performance de R&B por Long As I Live, e melhor álbum de R&B por Sex & Cigarettes.

Ariana Grande disputa melhor performance pop solo com God Is a Woman e melhor álbum de pop com Sweetener. Merecia mais. Camila Cabello concorre nestas mesmas duas categorias. Na primeira com Havana (Live) e na segunda com Camila.

A categoria de melhor álbum de pop ainda conta com as únicas indicações de Pink, por Beautiful Trauma, Kelly Clarkson, por Meaning of Life, e Taylor Swift, por Reputation.

Dua Lipa concorre como melhor revelação e melhor gravação dance, por Electricity, junto a Silk City e featuring de Diplo e Mark Ronson.

Das divas com mais tempo de estrada, Barbra Streisand concorre a melhor álbum de pop tradicional com The Music... The Mem'ries... The Magic!

A trilha do filme Me Chame pelo Seu Nome disputa como trilha sonora/compilação do ano e Mystery of Love, de Sufjan Stevens, do mesmo longa, concorre a melhor canção escrita para mídia visual.

A entrega das estatuetas será realizada em cerimônia em Los Angeles em 10 de fevereiro.


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.